BAÚ DO TABU

A casa da livre palavra


Ober un evezhiadenn

Fotos do espaço: um espelho da nossa extraordinária pequenez

A 220 quilômetros da superfície da Terra, a bordo da Estação Espacial Internacional, a imagem maravilhosa da aurora boreal, também conhecida como as luzes do norte

A 220 quilômetros da superfície da Terra, a bordo da Estação Espacial Internacional, a imagem maravilhosa da aurora boreal, também conhecida como as luzes do norte

Publiquei isso em blog alheio. Trago para cá porque gosto muito

Amigas e amigos do blog, já falamos aqui do astronauta-poeta, mas sempre podemos relembrar como somos pequenos dentro da nossa significância, nesse mundão maravilhoso. Então resolvemos trazer bis.

Douglas Wheelock, o astronauta-fotógrafo-poeta, esteve em 2007 a bordo do STS-120 Discovery, e através do módulo Harmony, visitou a Estação Espacial Internacional. Em 2010, a bordo do Soyuz TMA 23S Olympus, voltou à ISS, onde ficou de junho a novembro. Ele acumulou 178 dias no espaço, e proporcionou aos terrestres, meros mortais, algumas imagens que nos fazem pensar, compartilhando-as através do seu endereço de twitter @Astro_Wheels.

O coronel Douglas Wheelock, da Nasa, comemorou seu Tweet de número 100 com esta foto da Aurora Boreal, tirada a partir da Estação Espacial Internacional

O coronel Douglas Wheelock, da Nasa, comemorou seu Tweet de número 100 com esta foto da Aurora Boreal, tirada a partir da Estação Espacial Internacional

The Big Apple: as luzes de Manhattan brilham fortemente na noite do espaço

The Big Apple: as luzes de Manhattan brilham fortemente na noite do espaço

Foto publicada pelo astronauta em 31 de agosto de 2012, mostrando o furacão Earl. O centro da tempestade pode ser visto no lado esquerdo. Em primeiro plano, acoplada à Estação Espacial Internacional, a nave russa Soyuz

Foto publicada pelo astronauta em 31 de agosto de 2012, mostrando o furacão Earl. O centro da tempestade pode ser visto no lado esquerdo. Em primeiro plano, acoplada à Estação Espacial Internacional, a nave russa Soyuz

O olho da tempestade, bem abaixo da ISS: o furacão Earl, segundo em intensidade no Atlântico, em 2012

O olho da tempestade, bem abaixo da ISS: o furacão Earl, segundo em intensidade no Atlântico, em 2012

"Chomolungma" -- o colossal Monte Everest se apequena lá de cimao

“Chomolungma” — o colossal Monte Everest se apequena lá de cimao

Mais uma vez, a Estação Espacial Internacional oferece uma visão de tirar o fôlego do nosso Planeta Azul

Mais uma vez, a Estação Espacial Internacional oferece uma visão de tirar o fôlego do nosso Planeta Azul

"Uma manhã calma de dezembro, da santidade pacífica do espaço"

“Uma manhã calma de dezembro, da santidade pacífica do espaço”

A Europa, que à noite parece não dormir: "Haverá amor e riso ... e paz para sempre ... amanhã ... só você esperar para ver!"

A Europa, que à noite parece não dormir: “Haverá amor e riso … e paz para sempre … amanhã … só você esperar para ver!”

Outro ângulo da Europa superiluminada, com a Aurora Boreal de fundo: "Para sempre grato por essa atmosfera que torna o nosso planeta um lugar que podemos chamar de lar"

Outro ângulo da Europa superiluminada, com a Aurora Boreal de fundo: “Para sempre grato por essa atmosfera que torna o nosso planeta um lugar que podemos chamar de lar”

"Sonhadores, dedico meu tweet 500 a nossa próxima geração de sonhadores, cientistas, ousando explorar o espaço"

“Sonhadores, dedico meu tweet 500 a nossa próxima geração de sonhadores, cientistas, ousando explorar o espaço”

"Um assento na primeira fila para uma caminhada espacial"

“Um assento na primeira fila para uma caminhada espacial”

"Nosso 'Planeta Azul' incrível! Testemunhar a Aurora Boreal da Estação Espacial é uma mudança de vida"

“Nosso ‘Planeta Azul’ incrível! Testemunhar a Aurora Boreal da Estação Espacial é uma mudança de vida”

Nova York vista do espaço

Nova York vista do espaço

Douglas Wheelock e seu transporte para o espaço

Douglas Wheelock e seu transporte para o espaço

Douglas Wheelock, com seu sorriso franco e sua alegria de quem viu - e mostrou - o que poucos puderam

Douglas Wheelock, com seu sorriso franco e sua alegria de quem viu – e mostrou – o que poucos puderam

O furacão Danielle, visto da órbita terrestre, a partir da ISS, em 28 de agosto de 2010

O furacão Danielle, visto da órbita terrestre, a partir da ISS, em 28 de agosto de 2010


Ober un evezhiadenn

Beleza pura: designer usa 1 milhão de flores para decorar casa para a grife Dior

Um quarto inteirinho revestido de orquídeas - parte da concepção original do designer belga Raf Simons para mostrar a nova coleção da "maison" Dior (Fotos: Dior)

Um quarto inteirinho revestido de orquídeas – parte da concepção original do designer belga Raf Simons para mostrar a nova coleção da “maison” Dior (Fotos: Dior)

Publiquei isso em blog alheio. Trago para cá porque gosto muito

Um milhão de flores, verdadeiras e muitíssimo cheirosas.

Sim, vocês leram corretamente: UM MILHÃO DE FLORES.

Delphiniums azuis, orquídeas brancas, peônias rosas e uma grande variedade de rosas coloridas. Com um milhão delas o designer belga Raf Simons decorou cinco salões de uma mansão parisiense para mostrar a nova coleção outono/inverno da maison Christian Dior.

Ousado, o novato da casa fez sua estreia assim, causando burburinho antes mesmo de alguma beldade colocar seus pés na perfumada passarela – e mostrou a que veio. Raf Simons queria  uma abordagem nova e moderna para a legendária casa de alta moda francesa, e conseguiu, cobrindo do chão ao teto, em uma tapeçaria de flores sólida, os salões para o desfile.

As flores foram criadas para prestar homenagem à “Mulher flor” Christian Dior, slogan lançado pela grife, e  mostrar o amor e a paixão dessa mulher por flores e jardins.

Aprecie as fotos:

christian-dior-raf-simons-1-293x440 christian-dior-raf-simons-3-293x440 christian-dior-raf-simons-4-293x440 christian-dior-raf-simons-6-293x440 christian-dior-raf-simons-9-293x440 christian-dior-raf-simons-10-293x440